Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Como planejar a dieta de forma objetiva

Como planejar a dieta de forma objetiva

Acompanhe neste artigo dicas que te ajudará a iniciar uma dieta e não desistir no meio do caminho, como muitas pessoas fazem. Confira!

     

Mudar os hábitos de vida, tanto em relação a alimentação quanto à prática de exercícios físicos é uma escolha bastante difícil de começar e manter por longos prazos, porque sair de uma rotina para entrar em outra nem sempre é tão prático como pensamos, sem mencionar que a força de vontade por vezes fica tão pequena que nos faz desistir dos nossos objetivos.

Se isso vem acontecendo com você, não julgue como um caso perdido, porque milhares de pessoas passam por essa fase, até conseguirem se estabilizar em seus novos hábitos. A melhor maneira de começar esse processo é buscando ajuda de profissionais como nutricionistas e instrutores/professores de modalidades físicas (aeróbicas e musculares), pois seus conselhos e ministramentos são essenciais para o alcance de objetivos e metas que possuímos.

Inicie todo esse trajeto de maneira tranquila e controlada, de acordo com as necessidades corporais e sua capacidade física. Diminuir rapidamente a quantidade calórica e aumentar os níveis de treinos com altos pesos e muitas séries, podem causar desconfortos como dores, tonturas, cansaço, queda de pressão e outras complicações. Por isso o acompanhamento de pessoas especializadas se faz essencial nessa prática.

Dicas para planejar a dieta de forma objetiva

Garfo e fita métrica, representando a boa alimentação.
(Foto: Reprodução)

Trace um roteiro de alimentação e exercícios diários juntamente ao nutricionista e treinador, incluindo prazos mensais em relação aos níveis corporais que deseja alcançar. É importante que os números estipulados estejam dentro das possibilidades de serem alcançadas. Não aguarde a segunda-feira chegar para mudar sua vida. Concentre-se em um foco com paciência e determinação, espere que os resultados surgirão.

Em relação a alimentação, a escolha entre a reeducação alimentar e as dietas vão depender da observação nutróloga e também dos desejos do indivíduo. Já as modalidades de exercício podem ser escolhidas viabilizando as preferências do praticante em centros de treinamento, ao ar livre, etc.

Independente de qualquer escolha, é importante que algumas práticas sejam estabelecidas sempre, como:

» Comer a cada três horas;

» Beber bastante água no intervalo das refeições;

» Mastigar bem os alimentos;

» Consumir os alimentos de acordo com o desejo físico que viabiliza. Exemplo: para o crescimento da massa magra e definição muscular, aumentar os níveis de proteína, fibras e carboidratos de baixo índice glicêmico;

» Manter as refeições sempre coloridas e com variações de alimentos;

» Eliminar a preguiça, o cansaço e encontrar tempo entre as atividades diárias para praticar exercícios físicos regulares;

» Procurar modificar a alimentação e os treinos sempre que começar a sentir que eles não estão mais proporcionando os resultados esperados;

» Se motivar todos os dias, analisando os benefícios que essas práticas traz tanto para a estética quanto para a saúde, sem mencionar que além de tudo, ainda ajudam a prolongar a vida!

Atenção!

O ministramento de dietas malucas e o uso não recomendado de medicamentos para perder ou ganhar peso pode vir a promover o efeito sanfona e causar várias complicações à saúde. Portanto, fique atento as atitudes e mantenha sempre contato próximo com um excelente profissional da área da saúde para que consiga melhores recomendações.

Saiba Mais:


Quer comentar ?