Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Doenças entre os dedos dos pés

Doenças entre os dedos dos pés

Veja neste artigo quais as doenças que podem vir a acometer os dedos dos pés. Saiba quais as suas causas, sintomas e confira dicas sobre a prevenção e tratamento desses transtornos.

     

Os pés são bastante importantes na composição da estrutura corporal dos indivíduos e muitas vezes não há cuidados necessários com essa região, fazendo com que vários tipos de enfermidades acometam o local, provocando alterações e complicações graves a médio e longo prazo.

Podólogos afirmam que as doenças costumam se dar ainda com mais frequência entre os dedos dos pés, pois estas são consideradas  uma das áreas menos cuidadas do corpo. As principais patologias que se manifestam nessa região são causadas pela demasiada proliferação de fungos, sendo elas:

Frieira

Doenças entre os dedos dos pés

Representação dos sintomas do pé de atleta.
(Foto: Reprodução)

Causas

A frieira ou o pé de atleta, se manifestam com o crescimento de um determinado fungo na superfície da pele, aparecem com mais frequência entre os dedos dos pés e nos tornozelos. Isso porque as regiões são propensas a ficarem quentes e úmidas.

Os principais fatores que ocasionam essa enfermidade são o uso demasiado de sapatos fechados, sudorese, feridas na pele e permanecer por um longo período com os pés molhados, principalmente em ambientes úmidos, como piscinas e banheiros.

Sintomas

» Pele avermelhada;
» Coceira;
» Queimação;
» Dores;
» Bolhas que encrostam e/ou vazam;

Micose

Doenças entre os dedos dos pés

Representação dos sintomas da tinha.
(Foto: Reprodução)

Causas

A micose pode acometer pessoas de todas as idades, mas se dão com mais frequência em crianças. Ela se manifesta através da aglomeração dos fungos na pele, sendo uma enfermidade fácil de ser transmitida de um indivíduo para outro.

A proliferação destes micro-organismos se dão com frequência entre os dedos dos pés, pois o local é bastante úmido e quente, fatores que implicam ainda mais no surgimento desses elementos.

Sintomas

» Manchas vermelhas com aparência escamosa;
» Bolhas bastante salientes;
» Bordas definidas;
» Centro das manchas com coloração normal, na maioria dos casos;

Prevenção e tratamento

Prevenir, conter e tratar ambas doenças se fazem basicamente com os mesmos métodos, onde irão variar de acordo com o diagnóstico médico, a gravidade do quadro do indivíduo e as suas condições físicas. Veja abaixo algumas das práticas comuns ministradas por podólogos nesses casos:

» Uso de pomadas, talcos, loções e cremes antifúngicos no local;
» Medicamentos de uso oral;
» Manter os pés sempre limpos e secos;
» Secar bem entre meio os dedos sempre que o pé estiver úmido ou molhado;
» Manter a higiene dos pés em dia;
» Usar meias de algodão e sapatos limpos;
» Trocar o sapato e as meias com frequência;
» Trocar lençóis e roupas de dormir diariamente durante o tratamento;
» Procurar não ficar descalço, principalmente em ambientes úmidos;
» Evitar o uso de objetos pessoais de desconhecidos, como meias, sapatos, etc;
» Abusar do uso de sapatos que proporcionem mais ventilação ao local, para diminuir a sua umidade;

Aviso

As informações descritas são apenas um informativo. Caso algum dos sintomas mencionados acima estejam acometendo os seus pés, procure imediatamente uma clínica com profissionais podólogos para a realização do diagnóstico de seu quadro e o ministramento adequado do  tratamento.

Saiba Mais:


Quer comentar ?