Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Importância do ácido fólico na gestação

Importância do ácido fólico na gestação

Existem alguns componentes essenciais para a formação e desenvolvimento do feto, bem como o ácido fólico. Compreenda nesse post a importância desse componente e saiba as principais fontes alimentares em que ele pode ser encontrado.

     

O período gestacional produz inúmeras modificações e desconfortos no organismo da mulher, além de deixar o seu psicológico e emocional completamente abalados, com vários períodos de instabilidade, humores dos mais distintos tipos e uma sensação de amor incondicional pelo/s seu/s bebê/s.

Uma das particularidades nesse período que deve ser destacada antes da gestação (e no seu desenvolvimento) é a alimentação, isso porque os nutrientes presentes nos alimentos – com relevância os mais saudáveis – promovem uma melhor formação do feto, fazendo com que sua estrutura corporal se componha com muita saúde e força.

O ácido fólico é um dos elementos destacados nesse processo, contém elevadas taxas de vitaminas que promovem a prevenção de partos prematuros, também que o bebê nasça com deficiências físicas e/ou mentais. Além de evitar a espinha bífida, anencefalia, entre outros distúrbios que podem vir a colocar em risco a vida da mamãe da criança.

O ministramento dessa suplementação é indicada para uso antes, durante e depois da gravidez, especialmente durante os 3 primeiros meses, porque é o momento em que o sistema nervoso do feto está sendo desenvolvido – área mais afetada do organismo pela falta dessa substância.

Importância do ácido fólico na gestação

Gestante segurando o sapatinho da bebê.
(Foto: Reprodução)

As principais fontes alimentícias do ácido fólico são:

  • Couve-flor e tradicional
  • Brócolis
  • Espinafre
  • Feijão
  • Milho
  • Lentilhas
  • Ervilha
  • Amendoins
  • Laranja
  • Morango
  • Batatas
  • Quiabo
  • Pão integral
  • Fígado
  • Cenoura
  • Soja verde
  • Carne magra
  • Levedo de cerveja
  • Gema de ovo

É importante ressaltar que esse composto também pode ser encontrado nas farmácias em forma de comprimidos. Seu preço é bem em conta e poderá efetuar a compra sem receita médica. Lembre-se que todo e qualquer medicamento só pode ser ingerido quando o obstetra ou ginecologista prescrever, até mesmo este, que é tão vantajoso para a mulher e o bebê.

Mantenha o acompanhamento do pré-natal sempre em dia, evitando que transtornos acometam a gestação. Essas consultas e os exames orientados nelas são essenciais para saber como anda a saúde do feto e da mamãe, funcionando como um diagnóstico específico para a promoção de tratamentos rápidos e a prevenção de futuros problemas.

Aviso!

Para saber mais sobre o assunto, consulte o seu médico e peça maiores orientações.

Saiba Mais:


Quer comentar ?