Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Tem como engravidar sem ejacular

Tem como engravidar sem ejacular

O coito interrompido pode promover uma possível gravidez? Confira neste artigo informações importantes sobre essa prática realizada por inúmeros casais atualmente.

     

As relações íntimas estão começando cada vez mais cedo, estabelecendo algumas práticas de execução que geram muitas preocupações para os seus praticantes, como o coito interrompido, ou seja, o contato entre casais sem o uso de camisinha ou de qualquer contraceptivo, onde o órgão genital masculino é retirado do feminino antes que aconteça a ejaculação.

Esse processo impede que os espermatozoides entrem e permaneçam no corpo da mulher para a promoção de uma possível fecundação do óvulo. O que poucos sabem é que mesmo sem a ejaculação, o líquido liberado pelo órgão sexual masculino também possui espermas, só que em menores quantidades, mas ainda assim pode vir a ocasionar a gravidez.

Segundo pesquisas realizadas por especialistas, as chances desse processo acontecer é entre 3% à 20%, se tornando então um fator que deve ser considerado, principalmente porque nem todos os homens conseguem realizar um coito perfeito, travando completamente a ejaculação, deixando que uma pequena quantidade de espermatozoides se introduzam na mulher.

Tem como engravidar sem ejacular

Gestante com as mãos na barriga.
(Foto: Reprodução)

Por esse motivo, é indicado que o uso da camisinha (masculina ou feminina) seja ministrado pelas pessoas que já possuem relações íntimas, assim como outros métodos de prevenção: injeções ou cartelas de anticoncepcionais e a pílula do dia seguinte (PDS) – em casos de emergência.

Aviso!

A importância da utilização da camisinha não é ressaltada apenas pela prevenção da gravidez, mas também por evitar a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DST’s), enfermidades que podem vir a promover entre moderados e sérios danos a saúde do indivíduo, como o seu óbito.

Dica

Antes de começar a ter contato com algum(a) parceiro(a), o indicado é que as pessoas marquem uma consulta ginecológica (para mulheres) ou urológica (para homens), para que esses profissionais forneçam bases de prevenções e cuidados, desviando-as da obtenção dos transtornos destacados acima.

Esse acompanhamento deve acontecer por toda a vida, mesmo que não apresentem sintomas e/ou nenhuma alteração nos órgãos reprodutores sejam visíveis.

Gravidez

Caso a fecundação aconteça, a mulher deverá procurar imediatamente a ajuda médica de um obstetra ou ginecologista, iniciando assim o seu pré-natal, procedimento que será efetuado durante toda a gestação, para observar e zelar da saúde do feto e da mãe.

Saiba Mais:


Quer comentar ?