Qual o ponto de ebulição da água na escala kelvin?

Escala Kelvin

A Escala Kelvin é denominada também por outras duas formas distintas, sendo a escala absoluta ou escala de temperatura prática internacional, essas foram as designações atribuídas ao processo a partir do ano de 1968. O objetivo principal é o encontro com a temperatura  termodinâmica.

Em expressão da mesma temperatura, o Kelvin, simboliza-se com a letra K. Para entender melhor, precisamos saber que um Kelvin possui definição referente a:

Fração 1/273,16 em temperatura termodinâmica

Em magnitude nós podemos saber que ele se iguala aos Celsius, contudo essa mesma temperatura em Celsius é numericamente semelhante a temperatura expressa em Kelvin + 273,15. Ou seja:

°C = K + 273,15

Ganhou o nome de Kelvin, por ter sido descoberto por um estudioso que chamava-se William Thomson Kelvin. Basicamente nós temos uma escala com constituição feita em 11 pontos fixos. Sendo esses:

  • Ponto triplo do hidrogênio em equilíbrio (13,81 K)
  • Temperatura do hidrogênio de vapor é de 25/76 da pressão atmosférica normal (17,042 K)
  • Ponto de ebulição do hidrogênio em equilíbrio (20,28 K)
  • Ponto de ebulição do néon (27,102 K)
  • Ponto triplo do oxigênio (54,361K)
  • Ponto de ebulição do oxigênio (90,188 K)
  • Ponto triplo da água (273,16 K)
  • Ponto de ebulição da água (373,15 K)
  • Ponto de fusão do zinco (692,73 K)
  • Ponto de fusão da prata (1235,08 K)
  • Ponto de fusão do ouro (1337,58 K)

Ponto de ebulição da água em escala Kelvin

A temperatura em graus celsius do ponto de ebulição da água é de 100°C.

Ebulição da água (Foto: Reprodução)

Utilizando o aprendizado oferecido acima, nós devemos saber apenas que o ponto de ebulição da água em Celsius é de 100°C. Considerando essa temperatura em Celsius, devemos calcular da seguinte forma:

100°C = 100 K+273,15 = 373,15 K

100°C = 373,15 K

Para facilitar, converta as temperaturas clicando AQUI.

Como gostar de matemática e física?

Matemática e Física – Como gostar?

Matemática e Física não são as matérias preferidas dos alunos, sejam em período médio, fundamental ou superior. Todo mundo já reclamou alguma vez na vida dessas duas matérias que são capazes de nos reprovar repetidas vezes. Embora sejam “desconfortáveis”, são extremamente essenciais.

Elas fazem parte de nossa vida diariamente, no qual vemos contas e fórmulas em todos os lugares e quase sempre as recorremos para tirar dúvidas. Também fazem parte do vestibular, provas de concurso, exercícios da faculdade e muito mais. Para quem ainda nem passou no vestibular, gostar dela é mais que necessário.

Uma coisa é certa nessa história, você só gosta daquilo que conhece. Ou seja, se você não sabe nada de matemática e física, jamais conseguirá se interessar a fundo por elas. É importante que descubra alguma coisa que faça desencadear o seu gosto por ambas, algo existe, acredite.

Matemática e Física são duas matérias que requerem muito empenho.

Matemática e Física (Foto: Reprodução)

Quando nos deparamos com alguma fórmula que nos identificamos, com uma maneira diferente de chegar ao mesmo resultado e entender melhor sobre o assunto, certamente iremos nos interessar muito mais. Entenda que você precisa focar e descobrir aos poucos o que mais lhe interessa nessas duas tão mal faladas disciplinas.

Para quem deseja fazer engenharia, por exemplo, é essencial gostar de matemática e física. Por isso, não vacile, comece a procurar por algo dentro das duas matérias que realmente estejam dentro do seu gosto pessoal. Outra dica é procurar fontes esclarecedoras.

É besteira da sua parte procurar fórmulas e dialetos complicados, isso só vai fazer com que fique ainda mais entediado, confuso e chateado por não conseguir chegar onde deseja. Uma dica bacana é procurar um professor particular que saiba bastante e tenha uma adicção muito boa, existem alguns que até incluem música e formas diferentes de ensinar.

Entenda que você precisa de algum estímulo. Todas as pessoas, para aprender qualquer tipo de coisa, funcionam melhor quando encontram um estímulo,  tudo parece mais claro. Durante esse tempo, não se sinta extremamente culpado caso não entenda uma coisa aqui e outra ali.

Ninguém é perfeito e ninguém pode saber de todas as coisas. É fato que tendemos a ter menos dificuldade em algumas áreas e mais em outras, é assim com todo mundo. Mas não desista, insista no que deseja até conseguir. Seja perseverante e mais astuto que a sua dificuldade de aprendizado.

É importante respeitar os seus limites e comemorar as vitórias. Aprender matemática e física não é um bicho de sete cabeças, mas requer esforço de sua parte. Se aperfeiçoar e enfrentar dificuldades é normal, apenas se divirta no tempo certo, separe o tempo de estudar e leve com conforto, estas matérias que tem MUITO à lhe oferecer.