Tratamento para dor na coluna

Difícil encontrar alguém que nunca tenha sentido dores na coluna. Essa queixa é comum, principalmente quando é vinda de um adulto. Lumbago é o nome dado para dor nas costas. Compreenda, que não é uma doença, porém é uma dor incômoda com diferentes causas, podendo ser complexa ou não.

Geralmente, a dor nas costas deve-se a má postura ao se sentar, deitar, para se abaixar no chão ou carregar algum objeto pesado. No entanto, essa dor pode ser ocasionada também por infecção, hérnia de disco, escorregamento de vértebra, artrose e até mesmo acarretada pelo emocional.

Sendo assim, a lombalgia poderá ser aguda, que é o mau jeito, ou seja, a dor aguda surge após algum tipo de esforço físico, sendo mais comum em pessoas jovens. A lombalgia poderá ser também crônica, porém é mais comum nos mais velhos. A dor crônica não é tão intensa, mas geralmente, é permanente.

Sintomas

• Lombalgia aguda: a dor poderá durar até dois meses.
• Lombalgia crônica: Dor duradoura, podendo durar toda uma vida.
• Travamento na coluna.
• Limitação na flexão anterior da coluna.
• Limitações nos primeiros movimentos da manhã.

Causas:

• Sedentarismo
• Idade
• Herança genética
• Má Postura
• Pesos que inclinam a coluna para frente
• Esportes diários com movimentos repetitivos

Tratamento

Médico

O tratamento será de acordo com o diagnóstico dado pelo médico sobre a situação do paciente. Por exemplo, será necessário saber se a dor nas costas é causada por uma protrusão, hérnia ou se o problema foi acarretado pela má postura, muscular ou ergonômico.

• RMA da coluna vertebral: Esse tipo de tratamento é uma fisioterapia manual, incluindo mesa de tração eletrônica, mesa de descompressão dinâmica, que tem o intuito de melhorar a mobilidade do músculo-articular, reduzindo a compressão no complexo disco vértebras e facetas, concedendo lugar para os nervos e gânglios. Além disso, para dar firmeza aos músculos profundos e posturais da coluna vertebral com atividades terapêuticas.
• Fisioterapia convencional: Tipo de tratamento com fisioterapia traumato-ortopédica, que utilizam eletroterapia, termoterapia, fototerapia, cinesioterapia, hidroterapia e massagem, que são ótimos para beneficiar a coluna com bons resultados, principalmente quando possuem exercícios de alongamento, mobilização articular e fortalecimento muscular.

Tratamentos caseiros

• Bolsa de água quente no local da dor: Você poderá encontrar bolsas térmicas de gel em farmácias, que ajudam a relaxar os músculos, ocasionando o alívio da dor.
• Exercícios de alongamento para a coluna: Você poderá alongara coluna, após ter feito o uso da bolsa térmica, pois o alongamento ajudará na circulação sanguínea, ocasionando a elasticidade. Por exemplo, deite de barriga para cima e leve uma perna de cada vez até você, segure a perna durante um minuto e faça com a outra, pare alguns segundos para repousar.

Dicas para descansar a coluna na hora da dor

Massagem na coluna

• Relaxe a coluna, por exemplo, fique deitado por um tempo
• Coloque uma compressa morna no local da dor
• Tome um banho morno e deixe a água morna cair na região que sente dor
• Quando a dor for intensa, não evite tomar remédio

Medicamentos

• Analgésicos
• Anti-inflamatórios
• Relaxantes musculares

Dicas, para evitar que a dor aguda vire dor crônica

• Correção na postura
• Quando a dor na coluna é aguda, a ginástica não é recomendada, no entanto, após o fim da crise, é indicado exercícios leves, que sejam apropriados.
• Evitar ficar curvado
• Para abaixar no chão, lembrar de dobrar os joelhos e não dobrar a coluna.
• Não dormir em colchões moles demais e nem que sejam muito duros.

Dicas importantes:

• Quando a dor lombalgia é aguda, fazer atividades físicas não é indicado. Sendo assim, é necessário fazer repouso absoluto, ou seja, ficar deitado na cama. A dica é deitar em posição fetal, com as pernas encolhidas.
• Não é recomendado também na fase aguda: tração, manipulação, RPG, cinesioterapia, alongamento, incluindo massagem.
• Não é comum que adolescentes sintam dor na coluna, logo, é imprescindível que a causa da dor seja investigada cuidadosamente por um médico ortopedista.
• Entenda que é necessário manter repouso absoluto, pois assim, não será necessário tomar muitos medicamentos.

 

Dores na bacia durante a gravidez é normal

É denominado popularmente como dor na bacia, os incômodos que decorrem na região lombar do corpo, sintoma bastante frequente em mulheres grávidas e aumentam sua intensidade e frequência de acordo com o período gestacional e os hábitos de vida que vem sendo praticados diariamente.

Esse é considerado como um dos primeiros sinais da gestação, sendo um dos desconfortos que acompanha a mulher durante todo o desenvolvimento do feto, até o seu nascimento. Isso porque várias alterações acometem o organismo da mulher, como o ganho de peso, que se dá com mais relevância na região da barriga, fazendo com que toda a coluna fique pressionada durante os 9 meses ou até o parto.

Outras demais causas que podem vir a proporcionar as dores lombares são o preparo físico materno, o tamanho do bebê, alimentação da gestante,  postura, rotinas de atividades, entre outros.

Ajuda médica

Assim que as dores começarem a se manifestar, é essencial que o ginecologista ou obstetra, que seja responsável pelo pré-natal, seja procurado, desta maneira um diagnóstico será realizado para avaliar os fatores que estão ocasionando o sintoma, onde posteriormente o médico irá ministrar alguns tratamentos e dicas para diminuir os desconfortos.

Fatores de risco

Dor lombar: causas, fatores de risco, tratamento e cuidados.

Gestante com dor nas costas.
(Foto: Reprodução)

» Ficar muito tempo na mesma posição;
» Subir e descer escadas;
» Sentar, levantar e deitar de maneira inadequada;
» Realizar movimentos muito bruscos;
» Pegar peso;
» Girar o corpo;
» Uso de salto alto;
» Engordar mais que 10 quilos em toda a gestação;
» Sentir dor nas costas antes de engravidar;
» Estar passando pela segunda – ou mais – gestação;

Tratamento

Os métodos utilizados no tratamento irão variar de acordo com a observação do médico, podendo ser utilizado práticas como:

» Repouso;
» Massagens no local;
» Acupuntura – no 3° trimestre gestacional;
» Uso de cinta;
» Aplicação de bolsas térmicas geladas ou quentes;
» Medicamentos;
» Alongamento do corpo;
» Exercícios físicos moderados;
» Atividades que ajudam a melhorar a postura;
» Yoga;
» Hidroterapia;
» Fortalecimento das estruturas musculares que sustentam o peso;

Atenção: é importante evitar pegar pesos, fazer exercícios físicos de forma demasiada e mudar muito rápido de posição durante toda a gestação, para prevenir o aumento das dores que acometem a musculatura e as articulações.

Observação

A orientação médica é essencial devido aos danos que essas dores podem ocasionar à gestante, como uma hérnia de disco. Esse texto se faz apenas como um informativo, portanto, procure orientação médica se esse sintoma vem se manifestando com frequência.