Urticária: como identificar?

A pele é considerada como um dos maiores órgãos existentes no corpo e por se tratar de uma das regiões que se localizam na área mais externa do organismo, é comum que lesões apareçam em sua estrutura, principalmente quando quedas e outros possíveis acidentes acontecem.

Existem ainda algumas enfermidades preocupantes que podem se exibir na sua extensão, como as famosas e desconfortantes alergias. A urticária é uma das reações mais incômodas presentes nesse grupo e sua aparição pode promover anomalias completamente prejudiciais para a saúde e também para a estética.

Tipos

Existem dois tipos de urticárias: a aguda e a crônica. O primeiro caso pode estar interligado com diversas particularidades internas e externas, já a segunda é quase sempre recorrente de uma doença autoimune.

Causas

Dentre os motivos que podem promover a apresentação dessa patologia, podemos citar o consumo de certos grupos de alimentos, manipulação de medicamentos, calor, frio, água, luz do sol, pelos de animais, pressão sobre a pele, estresse, ansiedade, exercícios físicos, linfomas, hepatite, distúrbios da tireoide, mononucleose e até mesmo o HIV.

Urticária: como identificar?

Sinais de uma reação alérgica.
(Foto: Reprodução)

Fatores de risco

Os pacientes que já possuíram urticária ou já apresentaram outros quadros alérgicos são mais propensos para a doença.

Sintomas

» Coceira;
» Inchaço;
» Vermelhidão;
» Falta de ar;
» Dificuldade para engolir e falar;
» Pequenas elevações brancas ou rosadas na pele.

O que fazer?

Assim que os sinais começarem a surgir é recomendado que a ajuda médica seja procurada. Quanto antes esse apoio for buscado, menores danos a enfermidade ocasionará ao corpo. O diagnóstico para a constatação da urticária é dinamizado através de anamneses, análises clínicas e variados testes, como exames de sangue e cutâneos.

Tratamento

Os procedimentos manipulados no tratamento variam de acordo com as causas relatadas no diagnóstico, mas quase sempre compreende o afastamento total dos agentes que provocam as crises, uso de medicamentos orais e injetáveis.

Complicações

Se a urticária não for tratada, ela poderá se desenvolver para um quadro de anafilaxia ou de inchaço nas vias da garganta, transtornos que podem dificultar a respiração e ocasionar óbito dos pacientes.

Prevenção

A melhor maneira de evitar essa e outras demais alergias é não ficar em contato com os seus desencadeadores.

Dica

Os profissionais da área da saúde indicam que os pacientes não cocem as lesões, para que os traumas não se tornem ainda maiores. Para diminuir essa incontrolável” vontade, a recomendação é aplicar compressas frias no local.

Aviso!

As descrições acima servem apenas para pesquisas. Para obter orientações específicas sobre o assunto, se destine até a rede hospitalar mais próxima!

Como virar uma tendência?

O mercado nacional e global se inova a todo o momento e por essa razão, acompanhar os seus avanços está se tornando um desafio árduo para as micros, pequenas, médias e grandes empresas, tanto para aquelas que já são populares entre os consumidores quanto para as desconhecidas.

Um dos assuntos que vem promovendo o favorecimento de distintos negócios nesse meio são as tendências, termo que compreende a inclinação, a disposição ou a preferência por determinados serviços ou produtos, sendo estes elementos os destaques comerciais que movem elevados montantes anualmente.

Esse mecanismo possui um relevante poder persuasivo e geralmente consegue influenciar as pessoas a comprar determinados serviços ou produtos mesmo que eles não sejam considerados necessários e primordiais, apenas por estimular os seus desejos e fazer com que essa precisão seja criada.

As tendências geralmente seguem costumes e estilos, variam de acordo com o clima, com as regiões geográficas, com os gostos, com os cenários e com as oportunidades de negócios apresentadas por cada setor econômico evidente. Atualmente, os que estão em destaque são:

Como virar uma tendência?

A inovação é essencial para uma empresa se expandir no mercado.
(Foto: Reprodução)

» Consumo sustentável e consciente;
» Alimentação saudável e balanceada;
» Mercado de pets;
» Saúde e beleza;
» Aumento da qualidade de vida;
» Compras coletivas;
» Redes sociais e mundo digital;
» Manipulação das novas mídias de consumo;
» Mercado de segurança;
» Mercado LGBTS;
» Consumo na infância e na melhor idade;
» Serviços porta a porta;
» Produtos caseiros para limpeza, saúde, entre outras finalidades;
» Aumento de pessoas morando sozinhas e as necessidades básicas para efetuar essa ação de uma maneira mais fácil.

Como identificar ou se tornar uma tendência?

A pesquisa de mercado é uma ferramenta fundamental para identificar, criar e se tornar uma tendência – nem que seja por um período de tempo. Explorar as praças, as concorrências, os públicos alvos, suas necessidades, entender os novos rumos, entre outros aspectos serão as diretrizes bases para criar ou reformular negócios.

Descobrir o que estará em evidência amanhã e nos próximos meses parece ser algo difícil, mas basta apenas ficar atento ao modelo de vida da população e aos nichos que sempre estão em alta – que são muitos nos dias atuais e por essa razão a exploração pode ser gigantesca.

Mesmo que muitos serviços e produtos tenham sido produzidos em uma determinada área, sempre existirão brechas e novas oportunidades para serem exploradas. São nelas que os investidores devem focar, de preferência somando todos os temas possíveis, para que assim consigam atender com qualidade e eficácia todas as exigências, necessidades e expectativas dos novos consumidores.

Dica

Estar em contato com culturas, lugares e pessoas diferentes são artifícios que auxiliam a elevar o potencial de criatividade para a criação de novas tendências. Outra recomendação é estar sempre em contato com os clientes e concorrentes para compreender as dinamizações de mercado e sair na frente com propostas diferenciadas.

Crimes envolvendo o racismo, penas e como denunciar

O racismo compreende a prática de descriminalização do próximo através de julgamentos pré-concebidos, onde milhares de pessoas fazem a avaliação de grupos de acordo com as suas características físicas, sendo a cor da pele uma das particularidades mais destacadas por elas.

Muitos não sabem, mas esse ato é considerado crime pela Constituição Federal, com relevância para aqueles que apresentam ideias preconceituosas em relação a fatores étnicos. A regulamentação que rege esse processo é a Lei 1390/51, conhecida popularmente como Lei Afonso Arinos.

Parece uma inverdade, mas é comum ver essa prática sendo articulada em diversos ambientes – como no trabalho, na escola/faculdade, na rua –  e em alguns casos por indivíduos próximos. É muito importante que todas as pessoas acometidas por esse tipo de preconceito denunciem os aliciadores, independente se a “agressão” for discreta ou nítida.

Crimes envolvendo o racismo, penas e como denunciar

Diga NÃO ao racismo!
(Foto: Reprodução)

Através das queixas é possível proteger milhares de vítimas, estejam elas sendo abusadas por causas étnicas, religiosas, culturais, regionais ou pela sua orientação sexual. Não tenha medo, não admita esse modelo abusivo que os preconceituosos impõem e pare de achar que os insultos viraram “brincadeira”.

Denuncia

As denúncias podem ser realizadas em todas as delegacias do município em que o indivíduo se encontra, por meio dos boletins de ocorrência.

É recomendado que um bom advogado seja procurado posteriormente para dar entrada no processo de discriminação racial no Ministério Público do Estado ou no Ministério do Trabalho – se o racismo for realizado no ambiente de trabalho.

Pena

O Código Penal, no artigo 140, § 3°, descreve que o elemento que promover o ato de racismo poderá ficar recluso entre 1 à 3 anos consecutivos, devendo ainda pagar uma multa, onde o valor será estipulado pela justiça.

Aprenda a identificar as mudanças corporais durante a gravidez

O organismo humano é muito complexo e apresenta sinais diferentes sempre que alguma modificação está acontecendo, em especial quando é em seu interior, mesmo não vendo, conseguimos sentir com facilidade (principalmente quando temos o hábito de reparar em sua estrutura e funcionamento).

Um dos períodos em que as alterações são bastantes frequentes na anatomia feminina, é quando a fecundação do óvulo acontece, promovendo a gestação. Esse processo mexe com todos os órgãos reprodutores das mulheres, seus níveis hormonais, aparência física, questões mentais e emocionais.

Se você vem sentindo enjoos frequentes, a menstruação está atrasada e outros sintomas que evidenciam uma gravidez, veja a seguir como identificar se essa suspeita é real através das mudanças corporais que as gestantes manifestam nos primeiros meses:

Aprenda a identificar as mudanças corporais durante a gravidez

Gestante.
(Foto: Reprodução)

» Dor, aumento e sensibilidade nas mamas.

» Abdômen duro e um pouco dolorido.

» Aumento da apresentação de acnes e varizes.

» Hemorroidas.

» Inchaços e formigamentos corporais (com mais intensidade nas mãos e nos pés).

» Alterações na pele, como mudança ressecamento, de tonalidade, manchas, linha escura no abdômen, maior pigmentação da aréola do mamilo.

O que fazer?

Se os alertas anatômicos acima estiverem sendo apresentados, o mais indicado é que um exame de gravidez seja efetuado o quanto antes, podendo ele ser de farmácia ou de sangue. Se o resultado for positivo, é altamente recomendado que a mulher procure um ginecologista ou obstetra para iniciar o seu pré-natal.

O acompanhamento do especialista durante o período gestacional será extremamente importante para que nenhum transtorno acometa a saúde da mãe e do bebê até o final da gestação, fazendo com que o parto e o pós-parto sejam tranquilos para ambos.

A verdade que ninguém nunca contou sobre como identificar uma paixão escondida

É bastante desconfortante criar laços com outras pessoas e não conseguir assimilar se os sinais que elas estão manifestando são de amizade ou paixão, ou não saber o que nós mesmos sentimos em relação a esse contato que está se estabelecendo com muita força e intensidade.

Mesmo sendo algo tão incômodo emocionalmente, esse processo é comum na sociedade, a frequente ligação entre duas pessoas pode acabar fazendo com que elas se gostem além da amizade, ou seja, se sintam atraídas pelo desejo sentimental e também pelo carnal.

Mas como identificar uma paixão?

Bom, essa pergunta parece ser bem simples, mas pode variar muito de acordo com o casal. Veja a seguir algumas medidas de análise que podem ser favoráveis nesse processo.

A verdade que ninguém nunca contou sobre como identificar uma paixão escondida

Amigos apaixonados.
(Foto: Reprodução)

1. Ficar sempre atento aos gestos, observando se o olhar fica fixadamente no outro antes de conseguir desvia-lo.

2. Mostrar muita timidez quando estiver ao lado da pessoa, mesmo possuindo intimidade.

3. Tentar fazer de tudo para agradar o outro, deixando suas prioridades de lado (na maioria dos casos) para atender as dele.

4. Sorrir por coisas simples ou apenas por ter a companhia da pessoa.

5. Se sentir triste quando estiver distante e sentir uma imensa saudade assim que o outro vai embora.

6. Ficar pensando na pessoa em todos os momentos.

7. Os cuidados ministrados são mais carinhosos.

8. Sentir ciúme, mas afirmar que isso é apenas um ato de amizade.

9. Enfatizar negações sobre sentimentos, ainda mais quando o outro questiona dizendo que está apaixonado por ele/a.

10. Em certos momentos dizer que o futuro de ambos os colocarão no mesmo caminho, fazer brincadeirinhas de que se casassem iriam se desentender, etc.

11. Não conversar sobre relacionamentos e evitar ao máximo ter aproximação com qualquer outra pessoa (pelo menos na frente do outro) ou ficar/falar com outras/os só para chamar atenção.

Observação

Se você estiver se sentindo atraído pelo outro ou vice-versa e quiserem se entregar, não tenham medo de estragar a amizade, isso só irá acontecer se ambos fizerem com que esse laço tenha fim. Mas, não se sinta pressionado ou cabisbaixo se o interesse não for recíproco, nesses casos, se manter um tempo afastado é essencial para conseguir diferenciar a amizade da paixão.