Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Silicone: Descubra todas as suas vantagens e desvantagens

Silicone: Descubra todas as suas vantagens e desvantagens

Esclareça suas principais dúvidas sobre o silicone, assim como as verdades e mitos em relação ao uso do mesmo. Aproveite para saber curiosidades importantes sobre essa particularidade estética. Acompanhe!

     

Graças as facilidades estéticas, sejam elas cirúrgicas ou não, muitas pessoas vem conseguindo modificar particularidades da sua estrutura corporal, aumentando e diminuindo gradativamente algumas regiões para chegar ao resultado de beleza que desejam. As próteses de silicone correspondem a um dos principais procedimentos executados dentro dessa finalidade atualmente, tanto no Brasil quanto no mundo.

O adicionamento desses componentes em determinadas áreas do corpo produz um melhor contorno, projeção e proporção do local, fazendo com que o indivíduo se sinta mais feliz consigo mesmo, aumentando gradativamente a sua autoestima. Todas as próteses são constituídas com gel de silicone de alta coesão, para que nenhum transtorno acometa o usuário posteriormente.

Assim como em outras categorias estéticas, esse procedimento gera muitas dúvidas na população, principalmente devido as verdades, mitos e curiosidades ao qual essas próteses e o seu procedimento cirúrgico são incluídos. Por isso, confira abaixo um tira dúvidas que esclarecerá informações importantes sobre esse assunto:

Quais os tipos de cobertura?

Lisa, texturizada, rugosa e de poliuretano.

Quais os tipos de formato base?

Redondo, natural ou anatômico.

Garantia?

Silicone: vantagens e desvantagens

Mulher com os braços cruzados.
(Foto: Reprodução)

Certifique-se de que as suas próteses possuam certificado de garantia de pelo menos 8 à 10 anos.

Quando trocar as próteses?

A durabilidade das próteses varia de pessoa para pessoa e também da qualidade escolhida. Indica-se que essa troca seja efetuada a cada 10 anos, de acordo com as observações médicas.

Por onde as próteses podem ser colocadas?

As próteses podem ser colocadas pela auréola, axila, submuscular e subglandular (mais utilizada). O local de incisão deverá ser escolhido juntamente com o médico, de acordo com as observações de vantagens e desvantagens de cada método.

Escolha do cirurgião?

Antes de realizar a cirurgia, é essencial que um bom profissional seja escolhido para executar o procedimento e evitar possíveis transtornos à saúde, e nem proporcionar  anomalias na região onde os implantes foram adicionados.

Anestesia?

Para a realização da cirurgia, o médico poderá optar pela anestesia peridural ou local.

Duração da cirurgia?

O tempo estimado  vai depender do local escolhido, mas costuma variar entre 1 ou 2 horas.

Hospitalização?

Aproximadamente 8 horas.

Pré-operatório?

Antes de colocar as próteses, é indicado que o indivíduo faça todos os exames e testes ministrados pelo médico, que forneça todas as informações verídicas sobre seu estado de saúde e obedeça todos os critérios estipulados para a efetivação da cirurgia, diminuindo assim gradativamente as complicações que podem vir a surgir.

Observação: Os exames mais solicitados nesses casos são o de sangue, eletrocardiograma e ultrassonografia.

Pós-operatório?

Os principais sintomas aparentes depois da cirurgia são as dores, sensibilidade e inchaços. Durante o período de recuperação, é essencial que as recomendações médicas sejam obedecidas. O uso de medicamentos, ataduras e sutiã específico são essenciais nessa fase, sendo que as atividades diárias só poderão voltar a ser feitas com a indicação do cirurgião.

A execução de diagnósticos e observações médicas devem ser frequentemente realizados no pós-operatório, para que nenhuma complicação acometa a cirurgia e caso isso aconteça, que ela seja tratada o quanto antes, diminuindo os seus efeitos no organismo.

Possíveis complicações?

  • Infecções;
  • Queloides;
  • Hematomas;
  • Retração capsular;
  • Rejeição a prótese.

Idade?

Indica-se que as próteses sejam colocadas após os 18 anos de idade, pois o corpo está formado, propiciando menos riscos à saúde.

As próteses podem estourar?

É muito raro que isso aconteça, mas em casos de impactos e acidentes muito fortes, as próteses podem se romper.

Os seios podem vir a ter um aspecto “caído” mesmo com as próteses?

Sim, pois a elasticidade da pele vai se modificando conforme a idade do usuário.

Amamentação?

O uso das próteses não atrapalha o aleitamento materno.

Gravidez?

A mulher pode tentar engravidar após 3 meses realizar a cirurgia, sem que haja qualquer risco à sua saúde ou a do bebê.

As próteses de silicone aumentam as chances de ter câncer?

Esse é um dos principais mitos existentes dentro dessa modalidade, pois a colocação das próteses não aumenta em nenhuma porcentagem as chances do usuário ter esse tipo doença.

Saiba Mais:


Quer comentar ?