Fiapo de Jaca » Escolar » Quando não utilizar vírgula

Quando não utilizar vírgula

A pontuação é uma das particularidades mais importantes na escrita, de acordo com as regras da língua portuguesa. Acompanhe esse artigo e veja quando a vírgula não deve ser empregada.

     

A língua portuguesa é repleta de regras, palavras e sinais, que se completam de maneira favorável quando utilizados de maneira correta. Dentro desse contexto, a vírgula é classificada como um dos principais sinais de pontuação, devendo ser empregada sempre que for esclarecer o significado da frase, para separar orações, marcar a não flexão da voz, as pausas e evitar a ambiguidade.

Segundo a maioria dos gramáticos, o emprego da vírgula não expressa uma regra absoluta, isso porque a sua exposição deve ser analisada de acordo com inúmeros fatores. Porém, em alguns casos não deve utilizá-la, pois pode vir a ocasionar desvios de entendimento da frase entre outras desestruturações.

Quando não utilizar vírgula

Vírgula.
(Foto: Reprodução)

Não use vírgula entre:

  • Verbo e seus objetos;
  • Sujeito e predicado;
  • Nome e complemento nominal;
  • Nome e adjunto adnominal;

Observando o ponto de vista sintático, o não emprego desse sinal de pontuação nas particularidades acima, acontece porque todos esses conjuntos de expressões se ligam diretamente um ao outro.

Em alguns contextos, a vírgula se faz ocasional, sendo classificada como optativa, como em:

  • Expressões adverbiais breves, sejam elas intercaladas ou antepostas;
  • Antes das orações adverbiais, isto se houver alguma extensão que seguida da principal;
  • Posteriormente as palavras por isso, porém, contudo, portanto, todavia, entanto e entretanto, lembrando que para isso, elas quem deverão iniciar o período;

Saiba Mais:


Quer comentar ?