Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Por que perder os últimos quilos é mais difícil?

Por que perder os últimos quilos é mais difícil?

Os últimos quilinhos a serem perdidos para alcançar o peso ideal são os mais difíceis não é mesmo? Se você está passando por essa fase e já não sabe mais o que fazer, acesse o Fiapo de Jaca e confira dicas que te ajudarão nesse processo!

     

A perda de peso vem se tornando uma das principais metas de pessoas que desejam recuperar e manter uma boa saúde do organismo, além de promover uma excelente estética corporal. Para que isso aconteça, geralmente procuram a ajuda de nutricionistas, academias e centros esportivos para que seus hábitos de vida sejam modificados.

No início desse processo, existirão algumas observações específicas executadas pelos profissionais, denominadas como “avaliações físicas”, que medirão toda a gordura e massa magra do corpo, descrevendo o que precisa ser perdido e o que pode ser ganho.

Observação: Através das características relatadas nesse diagnóstico será possível ditar o melhor tipo de alimentação e treinos, que deverão ser seguidos para que os efeitos apareçam.

Após alguns meses seguindo as dicas e truques desses especialistas, será perceptível a mudança na saúde e também no físico do indivíduo. Porém, quando vai chegando o momento de alcançar o peso ideal e perder apenas 5 quilos – ou menos, os resultados parecem se tornar mais difíceis.

Porque isso acontece?

Bom, existem vários fatores que podem provocar essa situação, como:

Por que perder os últimos quilos é mais difícil?

Representação de uma mulher se pesando.
(Foto: Reprodução)

  • Não dormir bem;
  • Manter um consumo de calorias superior do que necessita;
  • Ingerir alimentos que possuem muitas toxinas sem higienizá-las corretamente;
  • Faltas nos treinos ou acomodação do organismo com os exercícios, pesos e séries;
  • Deslizes alimentares;
  • Consumo de alimentos inadequados;
  • Ingestão excessiva de bebidas alcoólicas.

O que fazer?

 Foque a sua dieta e reeducação alimentar em produtos com elevadas fontes de proteína, fibras e carboidratos de baixo índice glicêmico;

 Ajuste a sua alimentação, juntamente com um nutricionista, estipulando a quantidade de calorias específicas a serem consumidas diariamente, para ajudar a perder esse peso que ainda se encontra em excesso;

 Diminua consideravelmente a ingestão de sódio, refrigerantes, bebidas alcoólicas e as “besteiras” manipuladas no dia do lixo;

 Adicione suplementos ou bebidas com teores termogênicos na sua dieta/reeducação alimentar, para que seu organismo acelere e promova uma maior queima de de gordura;

 Diminua a quantidade de alimentos contidos em todas as refeições, deixando-as sempre bem coloridas, variando sempre os ingredientes;

 Mude seu treino a cada 15 ou 7 dias juntamente com o seu professor, para que o corpo fique sempre ativo;

 Durma bem, mantendo um sono ininterrupto por pelo menos 8 horas;

 Aumente a execução de exercícios físicos aeróbicos;

 Procure novas coisas, pessoas e objetos para se motivar, pois determinação e foco são dois fatores importantíssimos nesse período.

Saiba Mais:


Quer comentar ?