Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Os perigos de comer macarrão instantâneo com frequência

Os perigos de comer macarrão instantâneo com frequência

Comendo miojo com muita frequência? Saiba que essa massa instantânea pode ocasionar sérios danos a saúde. Clique nessa matéria e saiba quais são eles!

     

Você já ouviu a frase “você é o que você come”. Essa afirmação nos mostra que tudo o que ingerimos tem grande importância para o nosso organismo, se apresentando com aspectos positivos ou negativos de acordo com os nutrientes que estão sendo viabilizados a ele.

Uma das manias que vem tomando conta dos hábitos alimentares da sociedade é inserir constantemente produtos industrializados nas refeições, fazendo delas grandes bombas calóricas, que geram danos a estrutura corporal e atrapalham o seu bom funcionamento e desenvolvimento.

A mercadoria que vem recebendo destaque nesse prejudicial relato é o macarrão instantâneo ou miojo (nome popular), por ser uma das opções alimentícias aderidas na sociedade, pela praticidade e rapidez de preparo (cerca de 3 minutos) e também pelo seu baixo custo.

Os perigos de comer macarrão instantâneo com frequência

Macarrão instantâneo.
(Foto: Reprodução)

Sua composição é produzida por várias marcas, com diversos sabores e substâncias altamente desfavoráveis para o bem estar dos seus consumidores, principalmente mulheres e crianças. Segundo os últimos levantamentos de profissionais da área da saúde, a dinamização desse produto pode vir a desenvolver múltiplas patologias, como:

» Dor de cabeça
» Náuseas
» Queimação peitoral
» Sudorese
» Enxaquecas
» Acúmulo de gordura na região abdominal
» Pressão alta
» Colesterol alto
» Glicemia
» Diabetes
» Eleva a retenção de líquido
» Doenças cardíacas

O grande problema destacado nesse consumo é o excesso com que ele é articulado. Entre uma ou duas vezes por mês não produz nenhum efeito negativo.

Dica

Tenha mais atenção na hora das compras, prefira encher a geladeira e a despensa com produtos naturais e vantajosos para a saúde (como legumes, verduras, frutas, oleaginosas, fibras, proteínas e alimentos integrais), para que assim o sistema imunológico fique mais resistente a doenças, promovendo ainda uma melhora considerável na estética e no humor.

Saiba Mais:


Quer comentar ?