Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Micose de piscina tratamento

Micose de piscina tratamento

As piscinas são consideradas alguns dos locais mais propícios para adquirir micoses, transtorno que corresponde a um tipo de doença de pele bastante comum. Se você foi acometido por essa disfunção, acesse esse artigo e veja como tratá-la.

     

Uma das enfermidades que mais atingem a pele dos seres humanos são as micoses, transtornos descritos como alterações promovidas pela presença de fungos, podendo afetar todas as partes do corpo, sendo diagnosticadas com mais intensidade no verão, estação em que esses micro-organismos se proliferam com mais facilidade.

Segundo as avaliações dermatológicas, os principais tipos de micose que afetam a pele são: 

  • Onimicose
  • Tinha
  • Intertrigo
  • Pitiríase versicolor

Os locais que possuem alto nível de umidade são os mais propensos a transmissão desse distúrbio, como banheiros, vestiários de atletas e clubes, piscinas, sapatos fechados, roupas apertadas, compartilhamento de objetos pessoais, etc.

Sintomas

Os principais sinais que manifestam o ataque das micoses são:

Micose de piscina tratamento

Micose na pele: formações de lesões avermelhadas.
(Foto: Reprodução)

  • Vermelhidão ou esbranquiçamento
  • Coceira
  • Descamação
  • Lesões (geralmente arredondadas)

O que fazer?

O acompanhamento médico é essencial para tratar esse tipo de transtorno, por isso, assim que as alterações se apresentarem um dermatologista deverá ser procurado. A análise clínica dos traumas já é considerada o suficiente para diagnosticar a presença da doença e o seu grau de intensificação.

Tratamento

Os cremes anti-fúngicos e a higienização local são os dois métodos mais utilizados para conter e tratar as anomalias promovidas pela micose.

Tempo de tratamento

Esse período será ditado pelo médico, de acordo com as suas observações em relação as lesões. Alguns pacientes devem ministrar o tratamento entre 2 à 3 meses, devido a intensidade dos sintomas e a proporção das áreas do corpo que foram afetadas.

Micose tem cura?

Se o tratamento for seguido de forma correta, a cura da enfermidade pode vir a ser alcançada com facilidade.

Prevenção

Deixar o corpo sempre bem sequinho, principalmente as áreas que ficam mais tampadas e úmidas.

Evitar ao máximo o compartilhamento de objetos pessoais, principalmente com pessoas desconhecidas, como toalhas, meias, pente ou escova de cabelo, etc.

Preferir utilizar roupas de algodão, bem fresquinhas durante o verão.

Não ficar em contato com pessoas ou animais que estejam com micose.

Procurar não andar descalço em pisos úmidos.

Atenção!

Os dados contidos nesse texto servem apenas como um informativo. Para saber mais sobre o assunto ou obter um diagnóstico específico, procure a orientação de um profissional da área da saúde.

Saiba Mais:


Quer comentar ?