Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Formas de prevenção da febre amarela

Formas de prevenção da febre amarela

A febre amarela é considerada como uma doença altamente perigosa, pois já ocasionou várias mortes no mundo. Compreenda neste artigo como essa enfermidade se manifesta, saiba quais são as suas formas de tratamento e seus métodos de prevenção.

     

A febre amarela é caracterizada como uma doença infecciosa aguda, com grau de periculosidade variável, isso porque se manifesta de forma singular em cada enfermo, podendo se dar com mais frequência e intensidade nos seus sintomas ou não.

Causas

Essa doença é ocasionada pelo agente etiológico flavivírus, que se subdivide em duas categorias de vírus de acordo com as especificidades da enfermidade, isso porque ela pode se dar em centros urbanos, através do mosquito Aedes aegypti (mesmo transmissor da dengue) e nas áreas mais silvestres, pelo mosquito Haemagogus.

Febre amarela: causas, sintomas, transmissão, tratamento e prevenção.

Ilustração de um mosquito transmissor da febre amarela.
(Foto: Reprodução)

Mesmo os causadores da doença se dando de maneira única em cada centro, tanto o vírus quanto a evolução dos sintomas se dão de forma igualitária.

Observação: A forma urbana do vírus foi erradicada no país, tendo como o último relato de um caso constatado no ano de 1942, no Acre. Porém, caso uma pessoa seja contaminada pelo mosquito silvestre, o surto pode voltar a se manifestar, com mais intensidade em áreas onde existem o mosquito causador da dengue.

Sintomas

Os sinais da febre amarela começam a se manifestar entre 3 à 6 dias após a picada do mosquito.

» Calafrios;
» Febre;
» Vômitos;
» Dor de cabeça;
» Náuseas;
» Dor no corpo;
» Urina com sangue;
» Icterícia;
» Fezes negras, com mau cheiro e presença de sangue;
» Sangramento no nariz e nas gengivas;
» Mal estar;
» Diarreia;
» Hemorragias;
» Hepatite e coma hepático;
» Anúria;
» Problemas cardíacos.

Transmissão

O contágio dessa doença não se da de um indivíduo para o outro, pois ela só pode ser transmitida por mosquitos que estejam infectados.

Diagnóstico

Assim que os sintomas aparecem, é essencial que um diagnóstico mais preciso seja realizado no quadro do enfermo, isso porque os sinais que se manifestam da febre amarela, se parecem muito com o da malária e o da dengue. Quanto antes a ajuda médica é procurada para a realização desse processo e tratamento, menos prejuízos o indivíduo sofrerá, podendo ainda evitar o aparecimento de novos surtos no país.

Tratamento

Por se tratar de uma doença grave, é essencial que o paciente fique internado recebendo todo o auxilio hospitalar necessário, isso porque não existem medicamentos específicos para a cura da doença. Todo o processo de contenção da febre amarela se dá com a hidratação e o ministramento de antitérmicos – remédios que não contenham ácido acetilsalicílico. Nos casos considerados mais graves, a transfusão de sangue na diálise podem vir a ser realizadas.

Vacinação

A vacina da febre amarela funciona como uma das formas de prevenção da doença, isso porque consegue deixar o sistema imunológico mais forte e com extremo vigor para não ser contaminado pelo vírus. Esse medicamento é distribuído de forma gratuita em todo o país.

Todas as gestantes, recém-nascidos, imunodeprimidos e pessoas alérgicas à gema de ovo devem fazer o uso dessa vacina com mais frequência (menos de 10 anos). A sua primeira dose deve ser dada com 9 meses de idade. É essencial lembrar quer todos os indivíduos que desejam viajar para destinos que possuem grande risco de contágio da doença, devem se vacinar pelo menos 10 dias antes de partir.

Prevenção

» Mantenha o cartão de vacinas sempre em dias, lembre-se de se vacinar a cada 10 anos contra a febre amarela e 10 dias antes de se destinar para regiões endêmicas;

» Use roupas que cubram bem o corpo quando for para locais endêmicos da doença;

» Aplique repelente várias vezes por dia;

» Use mosqueteiro para dormir nas regiões endêmicas;

» Ajude a combater a proliferação dosa mosquitos causadores da febre amarela;

» Faça uma consulta médica antes de viajar para pedir informações sobre o local e saber quais as orientações de saúde que devem ser tomadas na região;

Saiba Mais:


Quer comentar ?