Fiapo de Jaca » Novidades » Formas de corrigir alguém sem ser hostil

Formas de corrigir alguém sem ser hostil

Aprenda nessa matéria a ser um pouco mais razoável ao corrigir o próximo, utilizando uma boa educação e palavras que não os ofendam.

     

É extremamente desconfortável quando uma pessoa diz ou faz algo de errado e por vezes o nosso instinto ou necessidade nos leva a corrigi-la. Porém, nem sempre essa ação é realizada de maneira adequada, já que acabamos nos irritando e ofendendo o outro com palavras hostis.

Lidar com certas situações nem sempre é tão fácil quanto pensamos e apontar o erro do outro (em alguns casos) pode ser muito sério. O indivíduos que mais praticam dialetos grosseiros e sem se importar com os demais, quase sempre se encontram em cargos superiores e acham que por isso possuem o direito de tratar a todos como bem entendem, mas as coisas não funcionam assim.

A boa educação deve sempre pertencer a personalidade dos seres humanos, devendo ser dinamizada todos os dias para que nunca seja esquecida. Se sentir melhor do que o outro por “saber mais” não é justificativa para ser rude, isso o torna ignorante e mal visto pelas pessoas próximas.

Formas de corrigir alguém sem ser hostil

Faces se olhando em um diálogo.
(Foto: Reprodução)

Em certos momentos, a correção nem se faz tão necessária e por isso devemos aprender a lidar com nosso poder de autoridade. As críticas nem sempre são bem aceitas, elas ferem o ego de muitos. Já para outros, elas são extremamente construtivas, mas não tem como adivinhar como cada um vai reagir.

Como ser menos hostil?

Existem métodos de linguagem e diversas atitudes que ao serem articuladas na correção do próximo ou até mesmo para “dar uma bronca”, diminuem os efeitos grosseiros, sejam eles praticados intencionalmente ou não. Confira alguns deles a seguir e comece a colocá-los em prática o quanto antes.

Analise bem todo o contexto da situação, visando se realmente vale a pena aplicar penalidades ou não.

Cuidado para não punir alguém injustamente.

Chame a pessoa para ter uma conversa em particular, ao invés de abordar o assunto em público, isso é constrangedor.

Antes de questionar, pergunte ao indivíduo o porque daquela ação e justifique-se depois sobre a bronca ou conselho que dará.

Se os erros cometidos forem no trabalho, articule a correção o quanto antes, reunindo todo o grupo para explanar justificativas do porque aquilo não pode ser feito e como todos devem se portar dali por diante.

Não levante o tom de voz e nem se exalte durante o diálogo. Se estiver nervoso no momento, espere até os ânimos se acalmem.

Aborde uma linguagem mais formal na conversa, evitando o uso de palavrões, gírias e expressões que ofendam e desrespeitem o outro.

Mesmo que a pessoa reaja com hostilidade a sua crítica, mantenha uma boa postura. Isso irá fazer com que ela repense em seus atos e peça desculpas posteriormente.

Saiba Mais:


Quer comentar ?