Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Dores no joelho e pés inchados, o que pode ser?

Dores no joelho e pés inchados, o que pode ser?

Os sintomas são os sinais de alerta que o corpo reproduz, enfatizando ao indivíduo que algo não está indo bem, como as dores no joelho e o inchaço nos pés. Acesse esse artigo e saiba o que ambos transtornos podem indicar para a saúde.

     

A parte inferior do corpo é classificada como uma das mais afetadas por sintomas e desconfortos que podem (e costumam) vir a prejudicar as tarefas diárias de vários indivíduos. Dois dos sinais mais relevantes que se articulam a essa análise são as dores nos joelhos e os pés inchados.

Saber com exatidão o que isso representa, é um pouco complicado, inúmeros fatores podem ocasionar esses transtornos. Por isso, o mais recomendado nesses casos, é que o enfermo procure ajuda médica o mais rápido possível, para que um diagnóstico específico sobre o seu quadro seja executado e posteriormente o melhor tratamento ministrado.

Dentre os motivos que produzem esses efeitos, podemos citar:

Dores no joelho e pés inchados, o que pode ser?

Pernas de uma mulher.
(Foto: Reprodução)

  • Retenção de líquidos (nas duas áreas)
  • Má circulação (edemas nos pés)
  • Lesões
  • Traumas
  • Distensão
  • Ligamento rompido
  • Gota
  • Osteoartrite
  • Bursite
  • Cartilagem rompida
  • Artrite
  • Cisto de Baker
  • Infecção na articulação
  • Tendinite
  • Luxação patelar (nos joelhos)
  • Doença de Osgood-Schlatter
  • Síndrome da faixa iliotibial
  • Tumores ósseos

Outros sintomas costumam estar associados aos inchaços e dores (nessa particularidade), esses são a rigidez, vermelhidão, fraqueza, maior sensibilidade e diminuição de movimentos. Existem ainda fatores de risco que podem elevar as chances de uma pessoa apresentar tais enfermidades e distúrbios, como:

  • Estar acima do peso (obesidade)
  • Ter pouca força ou flexibilidade muscular
  • Já ter tido lesões nos locais anteriormente
  • Problemas biomecânicos
  • Prática de esportes

Durante o diagnóstico, possivelmente o profissional da área da saúde que estiver examinando o indivíduo fará uma:

  • Anamnese
  • Raio-x
  • Cultura de líquido articular
  • Ressonância magnética

Quanto antes o tratamento for iniciado melhor, isso ajuda a impedir que as condições de saúde do paciente não se agravem.

É importante ressaltar que a recuperação desses quadros costumam ter entre médio e longo prazo, portanto, é essencial ter paciência e realizar todos os procedimentos prescritos pelos médicos durante o período determinado.

Aviso!

Esse artigo é apenas um informativo sobre os sintomas descritos no tema. Para saber mais sobre o assunto, procure orientação de um bom ortopedista ou clínico geral no hospital mais próximo da sua residência.

Saiba Mais:


Quer comentar ?