Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Dores no joelho ao dobrar a perna

Dores no joelho ao dobrar a perna

Vem sentindo incômodos frequentes e intensos ao movimentar o joelho? Clique nesse artigo e saiba quais as razões que podem estar ocasionando essa disfunção.

     

Os membros inferiores da estrutura corporal são expostos diariamente a vários tipos de transtornos, pois se movimentam constantemente com cargas elevadas – já que são responsáveis por dar suporte as demais regiões físicas – e na maioria das vezes, realizam essa ação de maneira inadequada.

De tanto forçar a musculatura, as articulações, ossos e tecidos, as dores começam a se exibir em pontos específicos, proporcionando incômodos relevantes. Os joelhos são as principais partes acometidas por esse sintoma, onde os desconfortos se tornam ainda mais frequentes e intensos ao dobrar a perna e caminhar.

O que pode ser?

Dores no joelho ao dobrar a perna

Joelho.

Os fatores que provocam as dores nessa região são muitos, porém, os mais constatados são:

» Lesões;
» Artrite;
» Artrose;
» Osteoartrite;
» Tendinite;
» Osteoporose;
» Excesso de peso;
» Contusão;
» Rompimento dos ligamentos;
» Rotura do tendão patelar.

O que fazer?

Assim que os sintomas começarem a surgir, o auxílio médico deverá ser procurado, principalmente se as dores vierem acompanhadas de inchaços, vermelhidão, sensibilidade ao toque, formigamento, febre e dificuldades de locomoção.

Tratamento

A prescrição dos métodos de contenção da patologia serão descritos de acordo com as suas causas evidenciadas no diagnóstico, podendo ser eles o uso de medicamentos, repouso, compressas, homeopatia, fisioterapia e procedimentos cirúrgicos.

Recomendações

» Evite pegar peso e sentar em cadeiras altas.
» Abaixe, sente e levante com a postura correta.
» Tenha sempre um encosto para os pés, principalmente se passar muito tempo sentado.
» Procure não realizar movimentos repetitivos com a região.
» Promova alongamentos ao longo do dia.
» Interrompa a realização de exercícios físicos que force a área até a sua recuperação total.
» Mantenha uma dieta saudável e uma boa quantidade de consumo de água.

Aviso!

Os dados contidos acima são apenas informativos. Para saber mais sobre esse tipo de transtorno, busque orientação médica!

Saiba Mais:


Quer comentar ?