Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Dores dentro do ouvido

Dores dentro do ouvido

As dores de ouvido são muito incômodas, chegando a atrapalhar todas as atividades dos indivíduos que são acometidos por elas. Saiba neste artigo quais as causas desse desconforto, métodos de tratamento e prevenção. Confira!

     

As dores são sinais de que o sistema imunológico se manifesta com intuito de alertar o alteração de algo no organismo. Uma das mais incômodas dores que atacam milhares de pessoas são as de ouvido, que atingem uma ou ambas orelhas, proporcionando muitos desconfortos ao indivíduo, atrapalhando a realização das suas atividades diárias e sua qualidade de vida.

Esse transtorno costuma acometer com mais frequência as crianças, mas também se manifesta em adultos e idosos. As dores podem ir e vir ou serem bem constantes, surgindo como uma dor afiada ou queimação.

As dores costumam se manifestar de maneiras diferentes nos enfermos, podendo atingir apenas as orelhas ou também áreas próximas a elas. Outros sintomas que se fazem bastante presentes nesses casos são a fraqueza, a febre, as dores de cabeça e também no maxilar.

Causas

As razões mais comuns que ocasionam essas dores são:

Dores dentro do ouvido

Orelha de um bebê.
(Foto: Reprodução)

» Fluídos no canal auditivo;
» Otite;
» Artrite da mandíbula;
» Nascimento dos dentes sisos;
» Barotrauma;
» Dermatite seborreica;
» Lesão no ouvido;
» Bloqueios na orelha;
» Resfriados;
» Amigdalite;
» Infecções de garganta;
» Alergias;
» Infecções;
» Problemas na mandíbula;
» Abscesso dental na boca;
» Neuralgia do trigêmeo;
» Inflamação do nervo facial;
» Presença de um furúnculo ou folículo piloso no canal auditivo;

Ajuda médica

Assim que as dores no ouvido começarem a surgir, acompanhadas de cansaço, irritação, sensibilidade no local e febre, a ajuda médica deverá ser procurada. Na realização do diagnóstico, o médico poderá utilizar alguns métodos para analisar as causas do problema e também o grau do quadro, como anamneses, observação clínica, timpanometria, timpanocentese ou reflectometria de pulso acústico.

Tratamento

O tratamento será ministrado de acordo com o quadro clínico em que o paciente se encontra. Nos quadros menos graves, realização de compressas, uso de algodão no ouvido na hora do banho e alguns medicamentos, podem ajudar a conter a dor e os demais sintomas presentes.

Complicações possíveis

» Produção de muco dentro do ouvido;
» Infecção de ouvido;
» Meningite;
» Mastoidite;

Atenção

Esse artigo se trata apenas de um informativo. Para mais informações, procure orientação médica assim que as dores surgirem!

Saiba Mais:


Quer comentar ?