Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Dicas para evitar o intestino preso durante uma dieta proteica

Dicas para evitar o intestino preso durante uma dieta proteica

Está tendo problemas com o funcionamento da sua flora intestinal por causa da mudança de dieta? Então acesse esse artigo e confira dicas que diminuirão esses efeitos.

     

Milhares de pessoas vem aderindo modelos de vida mais saudáveis, para aprimorar o funcionamento e a resistência do sistema imunológico e deixar a estética física mais bonita. Modificar a dieta para a obtenção de melhores resultados é algo super comum nesse processo, mas alguns efeitos colaterais costumam se apresentar com essas alterações, proporcionando desconfortos intensos aos indivíduos.

Dentre os probleminhas mais destacados nessa articulação, podemos citar a prisão de ventre ou intestino preso. Essa condição afeta principalmente as pessoas que aderem as dietas proteicas, porque manipulam a baixa ingestão de gordura e o consumo elevado de proteínas, que facilita a manifestação da constipação, deixando o trato digestivo “mais preguiçoso”.

Observação: A absorção das proteínas nesses casos acontece sem nenhum tipo de resíduo, o que diminui a lubrificação dos órgãos. Para quem já possui problemas genéticos e/ou hereditários, os transtornos da flora intestinal podem ser ainda piores.

O que fazer?

Se você se identificou com as descrições acima, vem sentindo dificuldades em evacuar, acompanhada por dores e inchaços abdominais, saiba que está mais do que na hora de procurar ajuda médica para reverter esse quadro, antes que os desconfortos fiquem ainda mais frequentes e intensos.

Tratamento e prevenção

Existem alguns hábitos que ao serem adicionados no dia a dia podem auxiliar nesse processo. Confira alguns dele a seguir e comece a inseri-los na sua rotina.

Dicas para evitar o intestino preso durante uma dieta protéica

Papel higiênico.
(Foto: Reprodução)

Beba bastante água ao longo do dia.

Aumente o consumo de folhas nas refeições.

Insira a goji berry na alimentação.

Mastigue bem os alimentos.

Fracione as refeições e diminua a quantidade de alimentos em cada uma delas.

Faça a ingestão de componentes fibrosos, para lubrificar o trato intestinal, regular a flora intestinal e diminuir os sintomas. A ingestão de 1 à 1 1/2 colher de sopa de farelo de aveia ou de trigo é o mais recomendado.

Pegue um copo com água e adicione uma colher de chia. Espere cerca de 10 minutos e consuma. Essa ingestão é recomendada pela manhã, para soltar o intestino.

Tire um tempo diário para evacuar. Não tenha pressa e não faça “força”, para que os sintomas não piorem.

Reduza ou elimine o consumo de produtos gaseificados, sódio.

Prefira a ingestão de proteínas magras, porque elas são menos prejudiciais para o funcionamento do intestino.

Atenção!

Não manipule nenhum tipo de medicamento para estimular a flora intestinal. Caso nenhuma das dicas acima auxiliem nesse processo, procure ajuda médica, assim o profissional poderá realizar um diagnóstico mais preciso do quadro e fornecer o tratamento correto.

Saiba Mais:


Quer comentar ?