Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Como identificar um infarto silencioso

Como identificar um infarto silencioso

O infarto silencioso se faz ainda mais perigoso que o considerado normal. Saiba neste artigo como identificá-lo, veja quais são os seus fatores de risco e como é feito o diagnóstico e quais cuidados tomar quando essa doença for descoberta.

     

O infarto pode se manifestar de várias maneiras, tanto com dores no peito que irradiam para os braços e outras partes do corpo, quanto de maneira silenciosa, que proporciona ainda mais perigos à saúde do indivíduo que vem sendo acometido pela enfermidade.

Pesquisas estimam que cerca de 20% dos infartos do miocárdio se dão de maneira silenciosa, onde o ataque cardíaco acontece, mas os seus sintomas só se manifestam posteriormente, causando várias complicações graves ao indivíduo. Homens e mulheres são propensos à essa modalidade da doença, mas ela costuma ser mais frequente entre os 45 aos 55 anos de idade.

Sintomas

Observar os sintomas que o corpo produz é a melhor maneira de identificar essa e outras demais doenças que acometem o organismo. Portanto, fique sempre atento a essas variações e procure ajuda médica assim que os sinais começarem a surgir com frequência e se atrapalharem a sua rotina diária.

Infarto silencioso do miocárdio: sintomas, fatores de risco e cuidados.

Dicas para identificar o infarto silencioso.
(Foto: Divulgação)

» Mal estar;
» Forte indigestão;
» Intensa dor nas costas;
» Dificuldade para respirar;
» Dor no queixo;
» Náuseas;
» Vômitos;
» Sudorese;
» Desmaios.

Fatores de risco

» Homens e mulheres com mais de 40 anos de idade;
» Diabetes;
» Pressão alta;
» Colesterol alto;
» Tabagismo;
» Sobrecarga do dia a dia;
» Sedentarismo;
» Uso de anticoncepcionais (nas mulheres);
» Consumo demasiado de alimentos com altas taxas de açúcares e gordura;

Diagnóstico

Assim que qualquer alteração for constatada no corpo, principalmente se algum dos sintomas acima estiver se manifestando com frequência, um cardiologista deve ser procurado rapidamente. Consultas regulares e check-ups são os principais responsáveis pela descoberta dessa doença, por isso se faz tão importante em toda a vida, principalmente após os 40 anos de idade.

Cuidados

Atender todas as indicações do cardiologista se fará necessário para o processo de recuperação do paciente, isso porque após o infarto silencioso, o risco de óbito chega a aumentar 50%, principalmente se esse estado for constatado no indivíduo depois de um período muito prolongado.

Atenção: esse texto corresponde apenas a um informativo. Não brinque com a sua saúde e procure uma orientação médica mesmo se nenhum sintoma estiver acometendo o seu organismo. Consultas rotineiras costumam salvar muitas vidas, além de possibilitar melhores condições para a saúde.

Saiba Mais:


Quer comentar ?