Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Comer fígado na dieta Dukan evita fraqueza

Comer fígado na dieta Dukan evita fraqueza

Está nos primeiros dias da dieta Dukan e vem sentindo que seu corpo anda meio fraco? Saiba nesse artigo o porque isso acontece e se o fígado pode realmente ajudar a combater esse desconforto.

     

As dietas atuais são variadas e mesmo com o alerta de múltiplos efeitos negativos, vem sendo aderidas por milhares de pessoas que desejam perder peso de forma rápida. Uma das que está ganhando mais destaque nesse meio é a Dukan ou dieta das proteínas.

Sua criação foi articulada há cerca de 10 anos, sendo completamente estudada, detalhada e fundamentada pelo nutricionista francês Pierre Dukan. Ao observar a composição e funcionalidade de alguns alimentos e seu contato com o organismo, o profissional propôs a priorização do consumo de proteínas e gorduras, reduzindo drasticamente os níveis de carboidrato.

Para que a estrutura corporal não fosse prejudicada devido a falta de alguns nutrientes, dividiu essa prática alimentar em fases:

⇒ 1° fase (ataque): dura entre 2 à 7 dias, onde pode-se ingerir apenas os alimentos de composição protéica.

Comer fígado na dieta dukan evita fraqueza

Bifes de fígado.
(Créditos da foto: http://receitinhasdatere.blogspot.com.br/)

⇒ 2° fase (cruzeiro): dura uma semana ou a quantidade de dias necessários para chegar ao peso que deseja, onde em dias intercalados poderá ser adicionado às refeições algumas opções de verduras e legumes, devendo estes serem liberados pelo manual da dieta.

⇒ 3° fase (consolidação): dura cerca de 10 dias e é voltada para o equilíbrio de peso, ou seja, para evitar que a pessoa ganhe peso novamente. Os alimentos que poderão ser inseridos nesse momento são frutas (menos banana), pão integral, cereais e queijo.

⇒ 4° fase (manutenção permanente): essa etapa funciona como uma reeducação alimentar e deve ser respeitada por toda a vida. Com a prática de bons hábitos, os ganhos são fornecidos tanto para a saúde quanto para a estética. Em relação aos ingredientes adicionados a essa fase, podemos citar os doces e carboidratos de baixo índice glicêmico (seu consumo deve ser no máximo de 2 vezes na semana).

Observação: Nesse momento, é essencial que a fase de ataque seja viabilizada uma vez toda semana e que 3 colheres de aveia sejam consumidas diariamente. 

Efeitos colaterais

A perda de peso é algo bastante benéfico, desde que aconteça com saúde. A dieta Dukan, mesmo tendo muitas vantagens nesse processo, também podem ocasionar danos ao organismo, como os seguintes efeitos colaterais (com mais relevância na fase de ataque):

» Fraqueza;
» Tonturas;
» Fadiga e perda muscular;
» Cansaço;
» Mau hálito;
» Náuseas;
» Boca seca;
» Dor de cabeça;
» Sobrecarga renal e hepática;
» Desconforto estomacal.

O  que pode ser consumido e ajuda a diminuir a fraqueza?

A variação das carnes, frangos e peixes é essencial na dieta, para que haja uma diversidade no cardápio, fazendo com que o indivíduo não enjoe das refeições, diminuindo a repetitividade de ingredientes e pratos.

Uma das carnes bovinas que podem ser consumidas é o fígado. Sua recomendação é propiciada porque além de ser um alimento super delicioso e nutritivo, ainda consegue combater o efeito da fraqueza por causa das suas propriedades, como vitamina A, vitaminas do completo B, vitamina D e ferro.

Dica

Para não ficar na mesmice em todas as refeições, procure no livro Dukan ou na internet receitinhas fáceis e deliciosas para preparar em todas as etapas.

Saiba Mais:


Quer comentar ?