Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Caroços na região da mama

Caroços na região da mama

O que os caroços na mama costumam indicar para a saúde? Corresponde a algo grave? Como tratar esse tipo de anomalia? Confira essas e outras demais informações sobre o assunto acessando esta matéria!

     

Quando alterações acometem o organismo, as preocupações com a saúde se elevam e o indivíduo começa a ficar mais atento aos sinais manifestados pela sua estrutura corporal. Um dos sintomas que geram essa apreensão, são os caroços nas mamas, pois logo surge a dúvida de um possível câncer na região.

Esse transtorno acomete com mais frequência as mulheres, mas em casos raros também pode vir a se manifestar nos homens. Nem sempre a presença desses nódulos evidencia a formação de um tumor maligno, sendo apenas um cisto ou fibroadenoma. Outros distúrbios que costumam acompanhar esses sintomas, são as alterações do tamanho ou da forma dos seios.

Por não saber qual o grau de periculosidade que os caroços proporcionam a saúde, é essencial que logo após sua constatação, a ajuda médica seja procurada, para o rápido ministramento do tratamento específico para o paciente, evitando assim o agravamento do seu quadro de saúde.

Caroços na região da mama

Mulher com top de academia.
(Foto: Reprodução)

Causas

Os motivos que ocasionam essas anomalias geralmente estão interligados às alterações hormonais, infecções ou lesões na mama, fibrose do tecido mamário, lipoma, cistos e câncer.

Sintomas

Além das modificações visíveis e palpáveis, os seios podem ainda apresentar ondulações sulcos na pele, vermelhidão, muita sensibilidade, dor e a presença de secreções.

Diagnóstico

Os exames envolvidos no diagnóstico dos nódulos mamários são a palpação dos seios pelo profissional de saúde, a mamografia e a ultrassonografia. Esses testes geram resultados de categorias 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6, onde cada um indica um grau de intensidade dos problemas destacados, indo do leve ao grave.

Tratamento

Os métodos utilizados para tratamento vão depender da análise médica e do quadro do paciente, podendo ser ministrado:

  • Uso de pílulas anticoncepcionais, em casos de alterações hormonais
  • Aspiração do nódulo
  • Processo cirúrgico para a retirada do nódulo
  • Quimioterapia e/ou radioterapia, em casos de câncer de mama

Observação

A área ginecológica, mastológica e urológica costumam realizar o tratamento desses transtornos.

Aviso!

Os dados contidos são voltados apenas para pesquisa sobre os nódulos nas mamas. Para maiores orientações, procure ajuda médica.

Saiba Mais:


Quer comentar ?