Fiapo de Jaca » Estilo de Vida » Aids sintomas iniciais

Aids sintomas iniciais

A Aids é considerada como uma das mais perigosas doenças sexualmente transmissíveis já constatadas até hoje. Neste artigo, você irá saber como essa enfermidade se manifesta e se transmite, quais as suas causas e os métodos que vem sendo utilizados para o seu tratamento e prevenção.

     

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida ou Aids, como é conhecida popularmente, se trata de uma doença sexualmente transmissível infecto-contagiosa que ocasiona a perda da imunidade do indivíduo através da queda gradativa da taxa dos linfócitos CD4, fazendo com que o organismo não consiga mais se defender de infecções e outros demais transtornos.

Causas

Essa síndrome é causada pelo vírus HIV (Human Immunodeficiency Virus), um dos micro-organismos que mais agridem a saúde humana.

Primeiros sinais

Os primeiros sinais da doença costumam se manifestar logo após o primeiro contágio do indivíduo com o vírus, entre 3 à 6 semanas, que duram em média aproximadamente 14 dias.

» Mal estar;
» Dor de garganta;
» Tosse seca;
» Febre alta.

Grande parte das pessoas que são infectadas pelo HIV, acreditam que os primeiros sinais aparentes estão interligados com  outras doenças, como uma gripe. Quando o teste para comprovar ou não a enfermidade é realizado nesse período, o resultado costuma se dar como Falso-Negativo, isso porque mesmo o enfermo já estando contaminado com o vírus (que poderá ser transmitido), a síndrome não se faz aparente.

Sintomas

Os sinais descritos abaixo, geralmente costuma se dar entre 8 à 10 anos após o primeiro contágio do enfermo com o vírus.

Aids: causas, sintomas, transmissão, tratamento, prevenção e cuidados.

Símbolo da Aids.
(foto: reprodução)

» Dor de cabeça;
» Suor noturno;
» Tosse seca;
» Calafrios;
» Ínguas;
» Febre alta e persistente;
» Cansaço;
» Rápida perda de energia;
» Diarreia frequente;
» Dor nas articulações e nos músculos;
» Inchaço dos gânglios linfáticos;
» Candidíase oral ou genital;
» Rápida perda de peso sem explicação;
» Manchas avermelhadas pelo corpo;
» Pequenas erupções na pele;
» Presença da hepatite viral, ou pneumonia, ou tuberculose, ou toxoplasmose, ou meningite, etc;

Fases

» Fase 1: se manifesta de forma aguda;
» Fase 2: se manifesta de forma assintomática, podendo durar anos;
» Fase 3: se manifesta de forma sintomática, agredindo o organismo;
» Fase 4: se manifestam os sintomas da doença e outras demais enfermidades oportunistas;

Diagnóstico

Para identificar a doença é indicado que o teste de HIV seja realizado entre 40 à 60 dias após o contato sexual sem preservativos ou uso de siringas, etc. Depois de 30 dias, recomenda-se que o exame seja repetido, mesmo que o primeiro tenha dado Negativo, para uma melhor avaliação médica.

Observação: Pede-se ainda que o teste seja realizado no 3° e 6° meses após o primeiro, para que o médico elimine todas as suas dúvidas de um possível contágio com a doença.

Transmissão

O contágio da doença se dá com certeza pela relação sexual desprotegida e pelo uso de agulhas ou produtos sanguíneos infectados. Mulheres grávidas que sejam portadoras, também podem vir a transmitir o vírus para o bebê no momento do parto.

Curiosidade: Ainda não existem provas se o vírus também pode ser transmitido pelo sexo oral, mas cientistas afirmam que não é indicado engolir o esperma de um indivíduo infectado.

Tratamento

Para tratar o enfermo, os médicos ministram coquetéis de medicamentos para aumentar a imunidade e eliminar o vírus, juntamente com o acompanhamento de nutricional, psicológico e a prática de exercícios físicos regulares.

É extremamente importante que TODO o tratamento seja realizado corretamente para a contenção da doença e a melhora do indivíduo, fazendo assim com que ele possa ter uma vida saudável como as demais pessoas, mesmo a síndrome não tendo cura.

Prevenção e cuidados

» Use camisinha em todas as relações sexuais;

» Opte por utilizar sempre seringas descartáveis e não as compartilhe de forma alguma;

» Evite fumar e ingerir bebidas alcoólicas, principalmente se estiver em tratamento;

» Tenha uma boa alimentação;

» Pratique exercícios físicos regularmente;

» Tenha boas noites de sono;

» Beba bastante água todos os dias;

» Faça o teste de HIV logo no início da gestação, pelo pré-natal. Se a doença for constatada, comece o tratamento imediatamente;

» Não desanime com os sintomas e desconfortos que o tratamento proporciona, pois esse processo é extremamente importante para a contenção dom vírus;

» Não encare Aids como uma sentença de morte, principalmente se você for portador, porque mesmo que essa doença não tenha cura, com o tratamento correto, os hábitos diários poderão ser realizados normalmente, apenas os cuidados que deverão redobrados;

Atenção

Todas as informações contidas nesse artigo funcionam apenas como um esclarecimento dúvidas. Portanto, caso um ou mais sintomas acima estejam acometendo o seu organismo e você achar que pode estar portanto a doença, procure orientação médica imediatamente.

Saiba Mais:


Quer comentar ?